• Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • Black Vimeo Icon
  • FHG_3473-2-1

© 2020 BY FELIPE HENRIQUE GAVIOLI

MULHERES E PRÁTICAS DE SAÚDE - BENZEDEIRAS

[PT] Desde tempos imemoriais as mulheres sempre estiverem associadas a práticas mágico-religiosas, ao conhecimento do corpo, aos ritos de fertilidade, à manipulação das ervas e chás, aos saberes da natureza e outras tantas práticas consideradas femininas.   
 
Nas metamorfoses do conhecimento, as mulheres e suas práticas têm sido estudadas e desvendadas, tornando-se importantes objetos de estudo da história. Muito tem sido desmistificado, muito tem sido comprovado, muito tem sido negado, muito ainda temos por descobrir. O que é certo é que as mulheres benzedeiras e seus dons transmitiram-nos, ao longo do tempo, um mosaico infindável de práticas de cura que mesclavam conhecimentos naturais, pragmatismo e fé.    

Presentes em nossas memórias familiares, em nosso universo mágico-infantil, na realidade e na ficção, as benzedeiras estiveram e ainda estão presentes em nossa sociedade de forma significativa. Registrar suas trajetórias de vida por meio de suas memórias e incentivar a valorização de uma expressiva cultura popular é uma forma de preservar seus conhecimentos específicos, grande parte deles alicerçados na oralidade de suas rezas, saberes estes ameaçados pelo esquecimento.  


Exposição planejada em parceria com o Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul, Porto Alegre - Brasil.
Primeira exibição: 2008.


 

[EN] Women and Health Practices (Healers)

From time immemorial women have always been associated with magic-religious practices, knowledge of the body, the fertility rites, handling of herbs and teas, to the knowledge of nature and many other practices considered feminine.

 

The metamorphosis of knowledge, women and their practices have been studied and unraveled, becoming important objects of study of history. Much has been demystified, much has been proven, much has been denied, we still have much to discover.
 

What is certain is that the women healers and their gifts sent us, over time, an endless mosaic of healing practices that combined natural knowledge, pragmatism and faith.Present in our family memories in our Magic-infant universe, in reality and in fiction, the healers have been and are still present in our society significantly. Record their life histories through their memories and encourage the valuation of a significant popular culture is a way of preserving their expertise, much of it grounded in the orality of their prayers, these knowledge threatened by oblivion.

Exhibition planned in partnership with the Museum of the History of Medicine of Rio Grande do Sul, Porto Alegre - Brazil
First Exhibition: 2008.

Zeli da Rosa Neto

1930 – Capivari do Sul Foi um sonho com Nossa Senhora que fez Dona Zeli começar a benzer. Nesse sonho, a santa a instruiu. Pediu que comprasse livros de rezas e passasse a benzer quem a procurasse. Conhecida na região, recebe muitas pessoas, não havendo dia nem hora para benzer. “Para tudo existe uma benzedura”.